Precisou um vírus surgir para nos ensinar a cuidar uns dos outros! - Fatos & Curiosidades

Post Top Ad

.

Precisou um vírus surgir para nos ensinar a cuidar uns dos outros!

Share This

Precisou um vírus surgir para nos ensinar a cuidar uns dos outros!


Um vírus de repente surge e muda tudo, desestrutura o mundo e o que já estava aparentemente caótico, se torna insustentável.
Um vírus precisou surgir e colocar em desespero inicialmente a China, e depois o restante do planeta para que pudêssemos começar a entender a importância de cuidarmos uns dos outros!
O que ele veio nos ensinar? Porque ele surgiu na China?
Aos chineses o recado está claro: É preciso urgentemente que eles revejam a própria alimentação e o que consomem. Os animais que ainda são vistos como “iguarias” na culinária chinesa não devem mais ser consumidos! Esse é um recado vindo direto da natureza e sem possibilidade de escolha. E a forma como a restrição alimentar foi imposta pela natureza, afetou o mundo todo.

Estadão noticiou que o Pangolim pode ser o possível hospedeiro intermediário do coronavírus, animal que sofre perigo de extinção na China.
Os chineses além de sofrerem com a mortalidade em massa por conta do surgimento do vírus, ainda sofrerão com o preconceito das nações, e levará um tempo para que esse medo seja dissociado de sua população. Herança que as gerações futuras terão que receber.
A natureza reage aos desmandos humanos, de tempo em tempo, e precisamos ficar atentos aos sinais que ela nos envia! A natureza fala, nós é que insistimos em não escutar.
Vem correndo nas redes sociais um vídeo que tenta responder a verdadeira causa do surgimento do coronavírus e a visão exposta nele é muito coerente, por isso, transcreverei o seu conteúdo aqui para que possamos comentar sobre.
Ele começa com dois bonequinhos sentadas em um banco de praça, e um deles pergunta para o outro:
_ Qual a verdadeira causa do coronavírus? Pergunta um dos bonecos.
_ A mesma que causa todos os problemas que ameaçam a nossa existência. Responde o outro.
_ E o que é? Pergunta indignado!
_ Para abrir os nossos olhos e nos fazer perguntar: O que estamos fazendo aqui?
_ Isso não faz sentido, qual é a conexão? Pergunta ainda sem entender.
A resposta é muito cativante e interessante:
_ Veja como um vírus tão pequeno como esse, nos mostra que somos todos iguais.
Nos ensina o quanto dependemos uns dos outros.
Nos obriga a cuidar uns dos outros.
Mesmo que vivamos no outro lado do mundo.
Você compreende o nosso papel aqui?
Estamos em uma sociedade integral! E não podemos esquecer de cuidar da nossa natureza! Todos nós dependemos dela! Conclui o bonequinho.
_ Muito interessante, eu nunca pensei nisso dessa maneira!”, finaliza o bonequinho que antes estava confuso e agora se abriu para uma nova forma de encarar as circunstancias.
O vídeo viralizou nas últimas semanas e nos ajudou a pensar sobre os reais motivos das coisas, e o que devemos aprender com isso tudo.
A criação se relaciona com todos os seres vivos, indistintamente, e nos mostra que não somos mais importantes do que os outros seres viventes. Enquanto não agirmos de maneira responsável com as formas de vida que habitam a Terra, seremos cobrados e afetados direta e proporcionalmente de acordo com os nossos atos.
Estávamos vivendo, bem antes das eleições americanas e brasileiras, uma severa crise, que causou uma separação tremenda entra as pessoas. A polaridade é tão grande que muitos, até mesmo da mesma família, passaram a se odiar por questões políticas e ideológicas.
Poucas pessoas, durante todo esse processo, pararam para pensar sobre a pergunta exposta pelo bonequinho: O que estamos fazendo aqui?
A maioria imediatista, pensou apenas no próprio bem e dos seus, e nos benefícios materiais que receberiam caso um, ou outro candidato vencesse as eleições.
O corte na saúde, na educação, na cultura, a reforma da previdência, a abertura da amazônia, e tantos outros aportes “providenciais” e “urgentes” que foram aprovados legitimamente pelo governo, com apoio da maioria, remetiam a necessidade de reformas indiscutíveis, para o controle da crise.
Ignorantes como somos, pensávamos que essas reformas seriam suficientes para fazer crescer economia crescer, e que eram extremamente necessárias. Mas, como não temos o controle de tudo, levamos um solavanco do Senhor do Universo, do dono de toda essa “joça” aqui, dAquele que tudo vê, tudo sabe, e nada deixa passar!
A maioria também não pensou em qual seria a resposta de Deus para essas e outras questões, ao meu ver, “irresponsáveis e imediatistas”, levantadas pelos governos mundiais que poderão afetar o futuro da humanidade.
A resposta de Deus em conjunto com a natureza está clara, pelo menos para mim:
Para vocês que acreditam que o acumulo de bens materiais e que o crescimento da economia é mais importante do que a proteção da natureza, eis a minha resposta: Não é! Não é não! Não é mesmo!
Um vírus nos foi enviado porque nós só nos conscientizamos da importância do autocuidado e só despertamos para a necessidade de cuidar uns dos outros quando corremos risco de vida, ou quando aqueles que amamos estão em perigo, e Deus sabe muito bem disso!
Se não fosse o aparecimento do vírus, continuaríamos a gir como verdadeiros egoístas, nos lixando para a fome mundial, para o aquecimento global e para tantos outros pontos que estão sendo discutidos com tamanha irresponsabilidade pelas mais importantes comunas governamentais do mundo.
Continuaríamos nos agredindo em redes sociais por conta de ideologias vazias e individualistas. Continuaríamos matando nossa natureza e agredindo nosso planeta em busca de recursos materiais para acumular cada vez mais riquezas e poder desfrutar do poder que elas trazem. Continuaríamos apoiando o descaso com as nossas vidas e com todos os outros seres vivos porque nossas prioridades e valores estão e estavam totalmente invertidos.
Agora, o momento é outro!
Após o surgimento do vírus, de uma hora para outra, populações do mundo inteiro começaram a entender o significado da palavra “solidariedade” e da tão esquecida “responsabilidade social”. Muitos estão demonstrando empatia, compaixão e dedicando o tempo de isolamento para reverem seus conceitos sobre o futuro da humanidade.
PONTO PARA O CORONAVÍRUS QUE VEIO NOS ABRIR OS OLHOS!

Isso tudo irá passar, como todas as grandes calamidades que já se abateram sobre nós, mas o que ficará? Qual lição devemos aprender e levar para as nossas vidas?
Está claro que a economia mundial será devastada. Grandes empresas e instituições falirão, muitos serão demitidos, e a paisagem não será tão bela inicialmente, os seres humanos serão afetados naquilo que mais dói em muitos de nós: no bolso. Teremos que aprender a viver com menos, mas olha que coisa interessante, antes das eleições nossa intenção era poder viver com mais, muito mais!
Mas agora seremos obrigados a compartilhar o que temos, a sermos caridosos, a nos colocar no lugar dos outros, e muitas dessas atitudes que teremos que colocar em prática, nos foi pedido há mais de dois mil anos por Jesus Cristo. Mas sem o susto do vírus, será que passaríamos a agir assim por livre e espontânea vontade?
Acredito que não! Pois tivemos muitas provas de que nossos governantes não são capazes de promover o cuidado com a população como um todo, e nem querem o bem de todos. Protegem apenas aqueles que os defendem, que os apoiam e os outros, são apenas, os outros.
Antes que os defensores do governo venham me xingar de esquerdista e petista, acalmem por favor os ânimos!
Sou apenas uma jornalista que gosta de filosofar sobre a vida e sobre os ensinamentos que Deus nos envia constantemente.
Apenas isso!
E não me calo para agradar um ou outro lado. Sou daquelas que acreditam que a verdade deve ser dita, doa a quem doer.
Quando Deus nos manda a lição e essa abala todas as estruturas, é porque é chegado a hora de fazer uma transformação geral e essa transformação deverá acompanhar a transição planetária. Caso contrário, muitos ainda irão morrer, outros tantos irão sofrer, e uma pequena parte da população mundial que não for afetada ficará encarregada em socorrer essa grande contingencia de doentes e sofredores que precisarão de ajuda.
Chico Xavier havia previsto as mudanças que ocorreriam após a data limite 2019. Essas previsões foram amplamente discutidas e difundidas, em um trecho da conversa com Geraldinho Lemos ele disse: “Segundo a imposição do Cristo, as nações mais desenvolvidas e responsáveis da Terra deveriam aprender a se suportarem umas às outras, respeitando as diferenças entre si, abstendo-se de se lançarem a uma guerra de extermínio nuclear. A face da Terra deveria evitar a todo custo a chamada III Guerra Mundial. Segundo a deliberação do Cristo, se e somente se as nações terrenas, durante este período de 50 anos, aprendessem a arte do bom convívio e da fraternidade, evitando uma guerra de destruição nuclear, o mundo terrestre estaria enfim admitido na comunidade planetária do Sistema Solar como um mundo em regeneração. Nenhum de nós pode prever, Geraldinho, os avanços que se darão a partir dessa data de julho de 2019, se apenas soubermos defender a paz entre nossas nações mais desenvolvidas e cultas!”, o depoimento continua.
“Nós alcançaremos a solução para todos os problemas de ordem social, como a solução para a pobreza e a fome, que estarão extintas; teremos a descoberta da cura de todas as doenças do corpo físico pela manipulação genética nos avanços da Medicina; o homem terrestre terá amplo e total acesso à informação e à cultura, que se fará mais generalizada; também os nossos irmãos de outros planetas mais evoluídos terão a permissão expressa de Jesus para se nos apresentarem abertamente, colaborando conosco e oferecendo-nos tecnologias novas, até então, inimagináveis ao nosso atual estágio de desenvolvimento científico; haveremos de fabricar aparelhos que nos facilitarão o contato com as esferas desencarnadas, possibilitando a nossa saudosa conversa com os entes queridos que já partiram para o além-túmulo; enfim estaríamos diante de um mundo novo, uma nova Terra, uma gloriosa fase de espiritualização e beleza para os destinos de nosso planeta.”
Ou seja, de acordo com as palavras de Chico, se nos mantivermos em paz e despertarmos para o respeito integral das diferenças, será nos concedido a cura para diversas doenças, inclusive para o coronavírus. Oremos!
Precisou um vírus surgir para que aprendêssemos a cuidar uns dos outros!
Que assim seja!

Sem comentários:

Publicar um comentário

.
.

Post Bottom Ad

.

PUBLICIDADES

.

Pages